Sejam bem-vindos ao Zayn Malik Brasil, a sua fonte sobre o cantor Zayn Malik no Brasil. Aqui você encontrará todas as novidades mais recentes sobre o cantor, desde seus projetos até campanhas, fotos ou vídeos. Fique a vontade para desfrutar de todo o nosso conteúdo e volte sempre a nos visitar!
19.06
Arquivado em: Notícias

Zayn Malik conta sobre sua coleção com a Versus Versace, sua namorada Gigi Hadid e ter crescido sendo um britânico mulçumano.

Zayn Malik passou de popstar da One Direction para um homem renascido. Com sua coleção de estréia da Versus Versace lançada, ele falou sobre o poder do casal e ser criado como um muçulmano britânico.

Em um apartamento grande, preenchido pelo sol no SoHo de Nova Iorque, dois membros da equipe do Zayn Malik planejam um churrasco no telhado. ”Não podemos simplesmente levá-lo ao parque”, ressalta. ”Não daria certo. ”

Já que existe ser famoso, e existe ser o Zayn, um jovem de 24 anos de Bradford, para quem existe poucos parques acessíveis no momento, sem uma grande medida de segurança.

“É um mundo realmente estranho,” Malik afirma com seu sotaque de Yorkshire, rico e grosso como uma bebida fermentada. “Eu não acho que exista algum lugar em que eu poderia ser anônimo agora.”

Um ex-membro da One Direction, Malik é agora um mega star solo. Seu cativante primeiro álbum, Mind Of Mine, que estreou na primeira posição nos charts do Reino Unido e dos Estados Unidos em Março de 2016, conseguiu agora um bilhão de reproduções no Spotify.

Ele está em Nova Iorque terminando as músicas de seu segundo álbum, que certamente irá fazer grande sucesso. E tendo uma supermodelo requisitada como namorada, a jovem de 22 anos Gigi Hadid, que aumentou ainda mais o valor de Malik aos paparazzi e a obsessividade do fandom.

“Em Nova Iorque [onde Hadid está morando], você às vezes pode sair bem cedo para uma caminhada,” ele diz. “Mas aqui não tem estacionamentos subterrâneos ou rotas de fuga. Então vão tirar fotos e te achar. Em Los Angeles [onde sua própria casa fica], é mais fácil de ter essas coisas – você consegue entradas pelo fundo e tal.”

Ter se juntado a banda One Direction com apenas 17 anos, em um nível de fama pode se tornar um tanto quanto predátoria – como a Beatlemania com iPhones adicionados– a única vida adulta conhecida pelo Malik o que torna ainda mais notável o quão comum ele ainda consegue ser. Ele atravessa o apartamento para me cumprimentar, lento e suave, e senta-se ao meu lado no sofá creme. Eu havia me preparado para sua beleza desarmante, mas pessoalmente isso é uma enorme distração, com cílios que parecem ter sido feitos para alguém muito maior, revoltando os olhos marrons aveludados.

Na 1D, onde ficou famoso com o The X Factor e foi gerenciado por Simon Cowell, a estética era rigorosamente controlada e planejada para o apelo popular. “Minha principal rebeldia estava em deixar minha barba crescer, e recusar usar o barbeador,” Malik ri.

Hoje em dia, ele descreve seu estilo como uma estética “don’t-give-a-shit” (foda-se), mas ele está sendo genuinamente insincero. Revestido inteiramente em preto – jeans, botas, camiseta – com uma variedade de jóias masculinas prateadas e com uma barba cuidadosamente bem feita, usando atualmente um cabelo raspado nas laterais e puxada ao topo. Se alguém pode ser considerado um gato, esse é Malik. Seus braços e mãos estão praticamente cobertas com tatuagens, e um crânio de carneiro a espreita no corte V de sua camiseta.

Agora uma colaboração na primeira fila dos shows de moda, é uma pequena surpresa que ele tenha se associado com a Versace para produzir uma coleção cápsula para a linha de difusão Versus, lançada hoje.

“Faz tempo que gostaria de fazer algo na área da moda, mesmo que fosse para lançar apenas algumas camisetas, então pensamos ‘porque não fazer isso com alguém com experiência e que sabem o que estão fazendo? ‘ Você não pode f*** com a Versace,” ele observa.

Ele alcança um pacote de cigarros na mesa, e hesita. Eu insisto para que ele continue. “Você gostaria de um?” pergunta, esperançosamente. Eu aceito. “Bom,”, ele irradia, parecendo encantado. “Vamos ter um cig. Um cig e uma conversa.” Meu adolescente interior desmaia e cai no sofá.

Ele é o diretor criativo para a coleção, que compreende 10 peças de roupas masculinas e femininas. “Eu fiz rascunhos e desenhos, mas vários dos looks vieram do meu dia-a-dia,” ele explica. “É a minha marca e a deles combinadas.”

Gigi, que têm sua própria coleção com a Tommy Hilfiger, o ajudou com a coleção feminina? Ele suga seu cigarro, e pisca. “Eu não queria dizer, mas sim,” ele acena com a cabeça, exalando. “Ela é muito boa, e me ajudou.”

Casualmente, a irmã mais nova da Hadid, Bella, também modelo, é o rosto do Zayn x Versus coleção feminina. A mãe delas, Yolanda, anteriormente modelo, começou o reality show The Real Housewives of Beverly Hills. Eu sugeri que ter uma parceira tão bem introduzida na fama deve ajudar em sua navegação pelas águas agitadas. “Oh sim, definitivamente – ela entende, ela é muito compreensiva, ” ele diz. “Mas eu consigo entender como isso pode parecer, quando você tem essas duas pessoas em um “casal poderoso”. Ele parece desconfortável dizendo essas palavras. “Isso não é algo que eu quero fazer parte,” ele continua. “Eu estou com ela porque gosto dela e eu espero que ela esteja comigo porque gosta de mim. Quando vamos para casa, nós realmente não falamos sobre essa mer**. Nós apenas passamos um tempo juntos como um casal normal, cozinhamos, assistimos TV, nos divertimos.”

“Eu entrei numa de cozinhar tortas recentemente,” ele diz, orgulhosamente. “Eu cozinho uma torta de frango e doces, com molho Alfredo. Eu faço minha própria massa folhada, enrolo todos e tudo mais.”

Malik cresceu em uma vizinhança de gente trabalhadora de  East Bowling, onde seu pai, Yaser, um britânico paquistanês e instrutor fisico que se tornou o dono de casa, criando seus quatro filhos – Zayn e suas três irmãs – enquanto sua esposa, Tricia, que se converteu ao islamismo quando se casou com Yaser, trabalhava como chef [de cozinha].

Seu único filho é agora um dos mais altos perfis mulçumano britânico na indústria de entretenimento (embora o ator Riz Ahmed esteja ganhando espaço). “Eu tenho grande orgulho – e responsabilidade – em saber que sou o primeiro em minha cultura,” ele diz. “Eu não estou praticando atualmente, mas  fui criado na fé islâmica, então isso estará sempre comigo, e eu me identifico com a cultura. Mas eu sou apenas eu. Eu não quero ser definido por minha religião ou meus conhecimentos culturais.”

Quando ele viajava frequentemente para USA nos primeiros dias da 1D, no entanto, ele não foi recebido com luxo, foi submetido a intensas verificações de segurança e “processo adicional” simplesmente em virtude de seu nome e etnia. “A primeira vez que vim para America, eu tive três verificações de segurança antes de entrar no avião; primeiro eles disseram que eu havia sido aleatoriamente selecionado, e falaram que tinha algo haver com meu nome, estava marcando algo no sistema deles…” ele levanta uma de suas lustrosas sobrancelhas. “Então, quando desembarquei, parecia um filme. Eles me mantiveram lá por três horas, me questionando sobre todo tipo de coisa louca. Eu tinha 17 anos, era minha primeira vez na America, estava cansado e confuso. A mesma coisa aconteceu na segunda vez também.”

Ele relata tudo com uma característica descontraída. “Eu entendo o nível de precaução que deve ser tomada, especialmente agora, com alguns eventos acontecendo, ” ele diz. “Eu não acho que tenha algum beneficio em ficar bravo – é algo que vem com as situações. “Eu compreendo o porquê deles terem de fazer isso.”

A radicalização generalizada de jovens muçulmanos britânicos da segunda e terceira geração, no entanto, confunde completamente Malik. “Eu não sei como descobrir a psicologia do porque das pessoas fazerem isso. E eu não sei de uma cura para isso,” ele suspira, levantando seus longos, magros, tatuados braços para o céu. “Eu desejo que as pessoas tenham mais amor, cuidado e compaixão com os outros seres humanos.”

Claramente com uma alma sensível, Malik falou antes sobre o incapacitante distúrbio de ansiedade que o levou a cancelar os shows. “Não é algo que você consegue mudar do dia para noite, mas está ficando mais fácil,” ele diz. “Eu acho que isso surgiu da falta de confiança, de uma sensação de descrença em mim mesmo.” Seguir carreira solo o ajudou. “Você tem certo controle, o que é bom,” diz ele. “E eu estou mais confiante em minhas habilidades e no que quero dar aos meus fãs. Eu consigo imaginar as pessoas vindo para me ver performar como uma coisa positiva agora, invés de algo que estava temendo.”

Essa é uma boa notícia, uma vez que o álbum está para ser lançado, ele estará viajando pelo mundo todo. “Ou talvez eu entre para o The Great British Bake Off,” ele sorri, antes de me prometer uma torta de carne com batata para a próxima ver que nos encontramos. Infelizmente tenho a sensação que o cozimento tenha que esperar um pouco mais por enquanto.

Confira a máteria original no site da Evening Standard: http://www.standard.co.uk/fashion/news/zayn-malik-on-his-versus-versace-collection-girlfriend-gigi-hadid-and-being-raised-a-british-muslim-a3567956.html#gallery

Você pode gostar de ler também

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



O Zayn Malik Brasil é um site feito de fãs para fãs e tem como objetivo principal compartilhar as notícias mais recentes sobre o cantor, Zayn Malok. Nós não temos qualquer contato com o cantor, seus familiares ou agentes. Qualquer artigo, vídeo ou imagem postado nesse site possui os direitos autorais dos seus respectivos proprietários originais, assim como todos os nossos conteúdos produzidos, editados, traduzidos e legendados devem ser creditados sempre que reproduzidos em outro site. É proíbida a cópia total ou parcial deste site assim como deste layout. Obrigada por sua visita!




Twitter
zaynnewsbra
Facebook
zaynnewsbra